Precisa de ajuda?

Coloque a sua pergunta abaixo para obter uma resposta.

Pessoa politicamente exposta (PPE)

A expressão pessoa politicamente exposta (PPE) é definida pelo Grupo de Ação Financeira Internacional como "um indivíduo que tem ou a quem foi confiada uma função pública proeminente. Devido à sua posição e influência, reconhece-se que muitas PPE se encontram numa posição que pode ser utilizada de forma abusiva para cometer crimes de branqueamento de capitais e outros delitos qualificados, incluindo corrupção e suborno, assim como a realização de atividades relacionadas com o financiamento ao terrorismo. (...)". Além disso, as PPE também são "indivíduos que têm, ou a quem foram confiadas, funções públicas proeminentes e os seus parentes e colaboradores íntimos e inclui PPE a nível nacional e internacional".

Portanto, somos legalmente obrigados a determinar se você, enquanto cliente, pode ter alguma ligação política. Não há motivos para alarme, uma vez que "estes requisitos são de natureza preventiva (não criminosa) e não devem ser interpretados como estigmatizando as pessoas politicamente expostas (PEP) como estando envolvidas em atividades criminosas".

O que significa para si?

Se verificarmos que recai na categoria PEP, iremos pedir-lhe para preencher a verificação da origem dos fundos. Não é porque não confiamos em si, mas porque somos legalmente obrigados a fazê-lo, como procedimento normal.

E se não quiser que me considerem uma pessoa politicamente exposta?

Infelizmente, isso não depende apenas de nós ou do nosso julgamento. Temos de seguir determinados procedimentos e regulamentos. No entanto, se for considerada uma pessoa politicamente exposta por associação devido à proximidade da sua relação com outra pessoa e esta já não existir (por exemplo, devido a divórcio ou anulação), informe-nos através do chat e teremos isso em consideração.

Não podemos dar informações sobre os resultados da investigação, mas ficam registados e serão levados em conta.